ARTIGO - A Liderança do Ano Novo

05 dicas para aproveitar a energia liberada pelo início do ano e potencializar mudanças na sua equipe.

Adeus ano velho

 

Existe muita piada em torno das promessas de ano novo. Talvez você já as tenho feito e entenda o motivo das brincadeiras. Porém, da mesma forma, já sentiu o poder que esse período exerce sobre nossas expectativas de futuro. Os ciclos da vida têm o poder de nos inspirar a pensar o que devemos encerrar e o que começar, deixar para trás ou renovar. É um sentimento forte para muitos de nós.

 

Um dos grandes desafios para aqueles que lideram pessoas é conseguir motivá-las a assumir novos comportamentos, trilhar caminhos diferentes e aceitar ideias que elas relutam em assumir. Não por acaso, uma das habilidades mais marcantes da liderança é conseguir tirar as pessoas da zona de conforto e fazê-las mirar novos horizontes. Sabemos quanto isso pode ser difícil. Receber uma mãozinha para atingir esse objetivo não é má ideia. 

 

O desejo espontâneo de mudar

 

Existem dois movimentos internos que nos definem: o de manter as coisas como estão (equilíbrio) e o de evoluir (desequilíbrio). Nosso físico e nossa psicologia tedem a buscar padrões e estabilidade (equilíbrio), que dão segurança, previsibilidade e conforto. 

Porém, algo dentro de nós nos impulsiona para buscar o novo (desequilíbrio), que representa adaptação evolutiva e vantagem competitiva. 

 

Lidar com o desequilíbrio exige esforço e resistência. As promessas de ano novo surgem quando nos conscientizamos de que a mudança, que é custosa é difícil, é necessária e vale a pena. Por alguma razão, estamos mais propensos e abertos a pensar e enfrentar esse desafio nas passagens de ano. É como aproveitar o vento a favor, quando navegamos para uma direção bem-definida.

 

05 dicas para aproveitar o impulso

 

Use o período de final / início de ano para engajar os membros da sua equipe com as seguintes propostas:

 

1. Ajude-os a pensar nas vantagens

A neurociência tem comprovado que focar nos ganhos é melhor que pensar nas dificuldades. Promover sessões descontraídas do tipo "o que você ganharia se tal coisa se realizasse?" tem um bom potencial para engajar pessoa para o novo.

 

2. Descreva a situação desejada em detalhes

Sabemos que o processo de contar histórias (storytelling), como se estivéssemos vivendo a situação naquele momento, nos faz compreender e lidar com ideia de forma mais pessoal, envolvente e produtiva. Proponha algo simples do tipo "como você descreveria um dia típico quando estas mudanças estiverem implantadas?".

 

3. Identifique os aliados e parceiros

Explorar as ideias positivas e contar histórias trarão certamente à tona os problemas e dificuldades envolvidos, os fantasmas e medos das mudanças pretendidas. É fato que estão sempre presentes. A boa prática aqui é ajudar as pessoas a pensar nisso como natural e possível de lidar - "o que está ao seu alcance para superar isso? A quem você pode recorrer ou o que você pode fazer para minimizar o impacto e seguir em frente? O que só depende de você para isso?". 

 

4. Celebre pequenos avanços

É muito desmotivador perceber que, apesar dos nossos esforços, estamos longe de atingir os objetivos finais. Perder a esperança drena nossa energia produtiva. Ajuda muito valorizar os avanços parciais, mesmo que pareçam pequenos. Se esperássemos até que as crianças pudessem correr para valorizá-las, talvez tivessem muito mais dificuldade para seguir desenvolvendo suas habilidades para caminhar. Observe, anote e comente sobre os avanços parciais dos membros de sua equipe em todas as ocasiões que puder. Isso os ajudará a seguir investindo seus esforços para chegar lá.

 

5. Peça que relembrem seus sucessos

Você já deve ter percebido que é fácil esquecer dos sucessos quando nos sentimos pressionados. O estresse nos rouba autoestima e amplifica irracionalmente os problemas. Líderes são referências e representam âncoras emocionais importantes. Quando usam essa autoridade moral ajudando as pessoas a lembrarem de seus sucessos e êxitos anteriores em situações semelhantes, dão o ânimo necessário para afastar o medo e o desânimo. 

 

Um novo ano é como o nascer do sol: a luz para um novo ciclo. A natureza nos deu de graça. Faz parte do seu papel como líder ajudar pessoas a encontrarem a força para atingirem seu máximo potencial. Sendo assim, aproveite a ocasião. 

 

Feliz Ano Novo!

Marcelo Egéa

Sócio-Diretor

www.sertotal.com

 

Foto: Brooke Lark on Unsplash

Este artigo é propriedade da SerTotal.
Você pode reproduzi-lo, desde que mencione a autoria e insira o endereço do nosso site. 

São Paulo | Brasil 

2018 SerTotal